• 28 de Fevereiro, 2022

Nos últimos anos, os sistemas de construção industrializados tornaram-se a alternativa mais eficiente aos sistemas de construção tradicionais. Isso deve-se às suas técnicas inovadoras e seus excelentes resultados em termos de eficiência, redução de custos e sustentabilidade.

Dentro desse novo modelo, as casas modulares são cada vez mais populares, principalmente pelo grande interesse que a construção sustentável e eficiente desperta. Mas o que são casas modulares e quais as vantagens que elas oferecem sobre a construção convencional?

O que são casas modulares?

Uma casa modular é aquela construída por módulos numa oficina ou fábrica. Mais tarde, quando todos os elementos estiverem prontos e após a devida fundação no terreno, é transportada para o local onde vai ser colocada e aí montada.

Do ponto de vista estético, as casas modulares não diferem significativamente das casas tradicionais. O diferencial está na construção, pois utiliza um sistema industrializado em que a maioria dos materiais é feita na própria fábrica, melhorando e acelerando o processo construtivo.

Pelas suas características, as casas modulares oferecem maior eficiência energética: a sua economia pode ser até 80% maior do que no caso das casas tradicionais. Além disso, são mais sustentáveis ​​do ponto de vista ambiental, pois geralmente incluem sistemas de energia renovável, geram menos resíduos e aproveitam e reaproveitam a água da chuva ou águas cinzentas.

Diferenças entre casas modulares e casas pré-fabricadas

Embora esses termos sejam frequentemente usados ​​de forma intercambiável, a verdade é que as casas modulares são diferentes das casas pré-fabricadas. Na verdade, a principal diferença entre eles é a fabricação. As casas pré-fabricadas são projetadas e construídas num só lugar e depois transportadas para a sua localização final. Além disso, os materiais costumam ser de mais baixa qualidade e mais leves.

Já no caso das casas modulares, tanto a fabricação como a montagem são feitas em peças, esta última no local final. Além disso, tanto a regulamentação quanto os critérios para concessão de selos de qualidade tendem a ser mais rígidos, já que esse tipo de habitação tem vocação de permanência ao longo do tempo. Isso não acontece com as casas pré-fabricadas, que geralmente são temporárias.

O que necessita para construir uma casa modular?

Embora grande parte da estrutura das casas modulares seja feita em fábricas, a fundação da casa deve ser feita para ancorá-la ao solo e conectar os principais abastecimentos (água, eletricidade, gás e saneamento). Consequentemente, a intervenção de um arquiteto e a licença de construção da Câmara Municipal são necessárias para iniciar a obra.

Por último, mas igualmente importante (e até demorado), há que tratar da Licença de Habitabilidade, tal como numa casa tradicionalmente construída.

Consequentemente, uma casa modular é considerada um imóvel para todos os efeitos legais e financeiros, com tudo o que isso implica. Por exemplo, eles podem ser hipotecados como qualquer outro imóvel e têm que pagar o Imposto Predial. Além disso, para a sua construção há uma série de despesas que terão de ser realizadas, como o estudo do solo e da fundação, os honorários do arquiteto, a ligação e o registo de fornecimentos, entre outros.

Uma casa modular é ideal para mim? Principais fatores a considerar

A resposta, como em qualquer outro campo, não é linear, pois depende de inúmeras circunstâncias e fatores. Por isso, antes de tomar a decisão de começar com uma construção deste tipo, os especialistas recomendam estudar o terreno, ver quais são suas condições e analisar detalhadamente como ficaria a casa modular naquela localização.

Em termos de preço, as casas modulares costumam ser mais baratas do que as construções convencionais, sem que isso signifique uma redução na qualidade da construção. No entanto, existem modelos que podem ser tão ou mais caros que as casas convencionais.

Por fim, outro fator que influencia na escolha de uma casa modular é o tempo de construção e entrega. É aqui que as casas modulares ganham em relação à construção convencional, já que os prazos são bastante reduzidos: em cerca de seis meses a casa pode estar totalmente construída e pronta para ser habitada.

Devemos ainda acrescentar que as casas modulares contribuem para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) promulgados pela ONU em termos de cuidado com o meio ambiente e promoção de energia não poluente. Graças à construção industrializada e aos sistemas de ventilação mecânica incorporados neste tipo de habitação, promove-se eficiência, sustentabilidade e economia de energia.

No entanto, existem muitas decisões e personalizações que o proprietário terá que levar em consideração. A eficiência energética, a qualidade dos acabamentos, os anexos, o sistema de ventilação e até os móveis que vão ser instalados com a casa são alguns deles.